Please reload

Posts Recentes

GESTÃO DE SSO – PROGRAMAS DE PREVENÇÃO DE FATALIDADES

February 21, 2018

1/5
Please reload

Posts Em Destaque

1654 VAGAS DE EMPREGO – RECRUTAMENTO E SELEÇÃO EM 2018 – EFETIVAÇÃO EM JANEIRO DE 2019

 

 

O Brasil vive em crise, crise econômica que tem produzido milhões de desempregados, crise social gerada pela negligencia na condução das políticas públicas (educação, saúde segurança, infra estrutura, etc.),  crise política causada por uma classe de políticos que em sua maioria só pensa em seus interesses e em como salvar a própria pele dos escândalos da corrupção sistêmica, investigados pelo MPF. Muitos legislam em causa própria, unem-se em um corporativismo escandaloso.

 

Todos estes cidadãos tem emprego legitimo muito bem e até excessivamente remunerados e são servidores do Povo Brasileiro, colocados em suas posições por nós através do voto. No âmbito federal, Presidente, Senadores, Deputados Federais, ao chegarem em Brasília, a Ilha da Fantasia, parecem esquecer para o que foram contratados (ou eleitos). No âmbito estadual e municipal as disfunções se repetem.

 

 O desempenho desses nossos servidores em sua maioria é pífio, baixa produtividade, gestão negligente, baixa entrega a seus Empregadores, isto é ao Povo Brasileiro, descumprimento sistêmico das “regras de compliance” com alto envolvimento em corrupção e uso abusivo e irresponsável de recursos públicos bastando olhar para obras públicas inconclusas pelo Brasil afora, enfim em sua maioria são incompetentes para as funções designadas mas se acham os “reis da cocada preta”.

 

 Sabemos que na iniciativa privada, profissionais com as características acima não se sustentam em seus cargos, são simplesmente demitidos e substituídos. Uma das funções  importantes do RH é o recrutamento e seleção de pessoas para ocupar cargos nas organizações e sabemos que contratar de forma equivocada é um problema, mas problema maior é manter a pessoa errada na posição para que foi contratada. Mas é justamente isto que, enquanto eleitores, estamos fazendo com as pessoas erradas que elegemos e reelegemos  para cargos públicos !

 

A solução definitiva para este problema só ocorrerá no longo prazo, através da melhoria da educação de nossas crianças formando-se cidadãos que aprendam a exercer a democracia de forma plena. Mas precisamos começar agora, pensando e principalmente agindo “fora da caixa”.

Temos que entender que cada ano eleitoral é uma janela de oportunidade para fazermos as mudanças, isto é, substituir aqueles políticos, nossos servidores, que não apresentam o desempenho, para o qual foram “contratados”. As 1654 vagas de cargos públicos que serão preenchidas em 2018 e efetivadas em 2019 são legitimas e a maioria dos brasileiros a partir de 21 anos de idade são elegíveis às mesmas.

 

Então por que não iniciarmos estas mudanças com a participação de pessoas não políticos atualmente, nas eleições de 2018 e que se eleitos poderiam fazer a diferença, como fazem nas Empresas privadas?

 

Imaginem se tivéssemos 1654 vagas em uma grande organização privada, com as características abaixo. Quanto de nós se candidataria?

 

Salário – R$ 33.763,00 (duplicado no primeiro mês e no último mês do contrato de trabalho)

Auxilio moradia – R$ 4.253,00 (ou fornecimento de apartamento montado)

Contratação de assessores – R$ 92.000,00/mês (até 25 funcionários). Poderá gerar até 25 novos empregos!

Auxilio alimentação, veículo e escritório – R$ 30.416,80 a R$ 45.240,67/mês

Assistência a saúde

Passagens aéreas aos locais de origem (residência)

Viagens em missões oficiais e para treinamento

-Etc.

 

Exigências para o cargo:

- Ser brasileiro a partir de 21 anos de idade;

- Exigência de formação acadêmica mínima (saber ler e escrever)

 

 

Não tenho duvidas de que os headhunters teriam dificuldades para analisar a chuva de currículos, pela quantidade de candidatos que se apresentariam.

 

Numa rápida pesquisa ao Linkedin encontramos 43.238 pessoas buscando nova oportunidade de Emprego. Todas estas pessoas atendem aos requisitos para os cargos de político que serão preenchidos em 2018.

 

O problema é que nós cidadãos Brasileiros temos de fato uma profunda aversão e atualmente até ódio a esta profissão, normalmente vinculada a pessoas desonestas, incompetentes e corruptas com as quais não queremos nos associar, sem generalizar, sobrando espaço exatamente para este tipo de pessoas.

 

 Para o Brasil evoluir como nação democrática há a necessidade de quebrarmos este ciclo vicioso que é histórico. Temos que transformar o paradigma de político ladrão em político cidadão, que assumam estes cargos e ajam de forma honesta em prol da coisa pública.

 

Temos que promover uma mudança estratégica em 2018, para preenchimento destas  excelentes vagas de emprego. Para os que gostam de desafios, são muitos os desafios, para os que se motivam com uma boa remuneração, excelente remuneração, para os que gostam de promover mudanças é tudo de que o Brasil precisa.

 

Não estamos falando de coisa fácil, há pedras pelo caminho. Burocracias e  corporativismo a serem vencidos, regras de contratação obsoletas (sistema político) que beneficiam os que já estão no poder. O caminho atual é conhecido, com prazos e requisitos a serem cumpridos. Listo abaixo um resumo:

 

- Titulo eleitoral no domicilio em que deseja concorrer à vaga – Até 07/10/2017;

- Se filiar a um partido político até 07 de abril de 2018. Aqui mora um problema, a qual “headhunter” se filiar? É uma escolha difícil e precisa ser cuidadosa. Infelizmente no Brasil não é possível ainda participar deste processo de forma independente, entretanto o Supremo Tribunal Federal julgará no dia 04/10/2017 se pessoas que não são filiadas a partidos políticos podem se candidatar em eleições. Claro muitos políticos atuais são contra.

- Campanha intrapartidária a partir de 5 de julho de 2018, para que você seja indicado pelo partido ao qual se filiou.

- Registrar a candidatura até 15 de agosto de 2018 em um cartório eleitoral. Isto é feito pelo partido político;

- A partir de 16 de agosto até 02 de outubro de 2018, os candidatos às vagas poderão se apresentar aos contratantes, isto é ao povo brasileiro, em seus domicílios eleitorais. A famosa propaganda política.

 

Em abril deste ano a revista Veja publicou que o Linkedin alcançou 29 milhões de usuários no Brasil, sendo o terceiro maior mercado desta rede social, abaixo apenas dos USA e da Índia. Como vimos acima 43.238 de nossos colegas de linkedin buscam recolocação neste momento.

Abstraindo-se de alguns estrangeiros registrados no linkedin Brasil, que não votam aqui e não podem se candidatar a um cargo público no Brasil, somos 29 milhões de cidadãos organizados em uma importante rede social (linkedin) com direito a voto, que podem contribuir para as mudanças radicais que o Brasil precisa, seja participando deste “processo seletivo” em busca da conquista de uma destas 1654 vagas, ou tendo o exercício do voto como uma importante ferramenta de escolha de nossos futuros servidores que irão legislar, por nossa delegação, nos próximos quatro anos a partir de 2019.

 

Entendo que este seja um bom tema para as nossas postagens e discussões nas redes sociais até as próximas eleições. Meu voto será com certeza para algo novo que se apresente fora da caixa da atual realidade política do Brasil.

 

 

Fonte de informações:

- www.veja.com.br;

- http://congressoemfoco.uol.com.br/noticias

- www.políticos.org.br;

- http://www2.camara.leg.br

- http://www.congressonacional.leg.br/portal/parlamentar

 - https://pt.wikipedia.org

- https://www.todapolitica.com/os-principais-prazos-das-eleicoes-2016-para-os-candidatos/

- http://candidatoseleicoes2018.com/noticias/datas-cargos-eleicoes-2018/

 

 

 

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Siga
Please reload

Procurar por tags
Please reload

Arquivo
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square